Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro 31, 2016

Papa telefona para coordenador de um projeto para separados ou divorciados

No último sábado, o Papa Francisco telefonou para o diácono Paolo Tassinari, coordenador do projeto “O anel perdido”, da Diocese de Fossano, Itália, vinculado à pastoral das pessoas separadas ou divorciadas. A notícia do jornal da diocese “La Fedeltà”, citado pela Sir, explica que o telefonema do Papa aconteceu depois que algumas pessoas do grupo enviaram uma carta ao Pontífice.  O Papa, relata Tassinari, “pediu para falar sobre as iniciativas do projeto diocesano com as pessoas separadas ou divorciadas, ou em nova união, demonstrando ter na mão a carta que o grupo tinha escrito e me incentivando a continuar o caminho”. Ele então convidou o grupo para uma audiência no Vaticano. “Depois do telefonema – diz o diácono – eu disse para o meu filho: “Era o Papa! E comecei a chorar!

Casar-se ou juntar-se?

Perguntei-lhes se alguma vez tinham pensado em casar-se. Olharam para mim admirados. Então ele, com um sorriso de quem perdoa uma pergunta tão ingénua, tomou a iniciativa de responder. «Casar-se? Para quê? Já nos amamos e isso é o importante. Que sentido tem uma cerimónia exterior que não acrescentará nada ao nosso amor? Queremos um amor genuíno! Queremos um amor livre! Queremos um amor sem nenhum tipo de coacção! Este modo de actuar parece-nos muito mais sincero. Não necessitamos de nenhum tipo de ataduras. Ataduras que cortariam as asas da nossa liberdade». Ela concordava com a cabeça. Todo o raciocínio do namorado parecia lógico. Estava de acordo com ele. Não havia fissuras na sua argumentação.

Discípulos missionários em conversão de coração

Mensagem do Arcebispo de Braga, Dom Jorge Ortiga para a Quaresma 2016

Não é fácil sintetizar, num contexto multicultural como aquele em que vivemos, o que caracteriza a vida das pessoas. Creio não fugir à verdade ao afirmar que se impôs uma sede de autonomia, agravada por mecanismos de arrogância de personalidade. Negligenciamos, infelizmente, qualquer apelo à interioridade e a reconhecer, com humildade, a necessidade de mudar de rumo. Na linguagem cristã, este movimento interior é sinónimo de conversão. Um caminho que visa o reconhecimento do pecado e o desejo de avançar por caminhos diferentes. Neste percurso não estamos sós. Ao nosso lado estão amigos, sacerdotes e mestres espirituais com quem podemos dialogar e pedir orientação. Gostaria, por isso, de sugerir uma acção que caracteriza a fisionomia do discípulo missionário: conversão da vidapessoal e pastoral ou, como diz o itinerário preparado para a Arquidiocese, ser discípulos missionários em conversão de coração. Estes arautos da…

O tempo da delicadeza

Gosto muito de livros e filmes que retratam recomeços. Deve ser porque lá no fundo a gente está sempre a recomeçar, mesmo que não perceba. Todos os dias fazemos escolhas, decidindo voltar para casa, para os braços de quem amamos, para a vida que vivemos. Escolher o mesmo amor todos os dias é um milagre. Porque todo afeto é feito de pessoas. E pessoas são incompletas e imperfeitas - o amor também. Há gente que imagina o amor como solução. Não entende que amor é construção.

As 5 fases do casamento

Descubra em que etapa você se encontra e transforme os desafios em oportunidades de crescimento.
Ainda que não haja regras gerais, é verdade que alguns factores, tanto externos quanto internos, determinam circunstâncias especiais docasamento; por exemplo, estar casados e sem filhos não é a mesma coisa que levar 20 anos de união e ter filhos jovens. Por isso, é de grande utilidade para oscasaisidentificar a etapa em que vivem e as que estão por vir, para, assim, transformar os desafios em oportunidades de crescimento.  As 5 fases pelas quais ocasamentopassa são as seguintes: 
1ª fase: Transição e adaptação Esta fase compreende aproximadamente os três primeiros anos de casados. É uma etapa fundamental, dado que nela se estabelecem os fundamentos ou bases da relação. Durante este tempo, ocasal se adapta a um novo sistema de vida; por isso, os segredos do sucesso desta fase são a comunicação e a negociação.